terça-feira, 16 de fevereiro de 2016

Proibida a visitação

Fui procurado no dia de ontem pelo proprietário do terreno que dá acesso a Cachoeira do Taquaral, que já foi amplamente divulgada aqui neste blog desde a sua criação.

Embora sempre tenha deixado claro no roteiro que as pessoas deveriam ter o cuidado de não deixar lixo no local, que não deveriam depredar o que houvesse sido construído no local e que, principalmente, deveriam preservar a natureza, o que me foi relatado é bem diferente do cenário que imaginei quando iniciei a divulgação desse roteiro.

Acúmulo de lixo, depredação de propriedade particular, consumo de drogas, insultos, invasão de propriedade particular, roubo de produção agrícola,  este tem sido a realidade desse roteiro. Até ronda policial ocasionalmente está sendo feita nesse local.

A família é dona do terreno há mais de 80 anos e nunca restringiram o acesso a cachoeira, mas dadas as circunstanciadas atuais, é com profundo pesar que informo que por IRRESPONSABILIDADE DOS VISITANTES o roteiro para a CACHOEIRA DO TAQUARAL ESTÁ SENDO RETIRADO DESSE BLOG.

O PROPRIETÁRIO DO TERRENO PROIBIU A VISITAÇÃO, 
NÃO VÁ VISITAR SEM AUTORIZAÇÃO!

4 comentários:

DeiviD disse...

Que foda, ja fiz muitos piqueniques com a minha familia nessa cachoeira, é um lugar muito agradável, além de ser de facil acesso e relativamente perto da cidade.

Pena mesmo :'(

uniguaçu.ed_fisica disse...

O acesso a rua tbm? Não é pública a via... Acho q há outras formas de preservação. ..nao concordo. Sou uma apaixonada por nossas cachoeiras... Já fiz trilha da limpeza nessa cachoeira e simplesmente é proibido... Não concordo

cusko 10 disse...

aumenta o valor da entrada !! O PROIBIR é RIDICULO !

Ivan Vieira disse...

Ser ou não proibido, é uma decisão que não cabe aos demais.
O que vejo, é que como todo ponto turístico, precisa de administração e policiamento.
Quanto ao acesso à água, é garantido por lei. Todos que possuem água em seu território não podem vedar o acesso.
Do mau uso etc, entendo que um fechamento temporário e uma negociação com a Polícia e a Prefeitura até uma solução funcional é o caminho. Deve-se avzar ao Ministério Público de tal decisão para que este tome alguma providência se cabível e que o dono do terreno tenha respaldo judicial.
Obrigado.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...